Olhar Jurídico

Sexta-feira, 12 de abril de 2024

Notícias | Criminal

OPERAÇÃO ARARATH

Justiça Federal já bloqueou R$ 139,6 mi de denunciados na Ararath; prejuízos envolvendo Eder ultrapassam R$ 130 mi ; veja Lista

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

Justiça Federal já bloqueou R$ 139,6 mi de denunciados na Ararath; prejuízos envolvendo Eder ultrapassam R$ 130 mi ; veja Lista
O total dos prejuízos causados por denunciados na Ararath já somam R$ 139,6 milhões, aponta lista publicada pelo Ministério Público Federal, por meio da Procuradoria da República em Mato Grosso, nesta 21ª fase da “Operação Ararath”, que apura esquemas de lavagem de dinheiro e a criação ilícita de um sistema 'financeiro' paralelo para abastecimento de grupos políticos no Estado. Do total, 100% já foram bloqueados pela justiça para seqüestro de bens, arresto e hipoteca legal, para fins de ressarcimento dos cofres públicos.  Dos 11 processos, 7  envolvem o ex-secretário de Estado, Eder Moraes, cujos prejuízos são avaliados em, aproximadamente, R$ 132 milhões.

Leia mais:
MPE aponta que lavagem de dinheiro de João Emanuel financiou reforma a casa de Riva e compra de Porsche

De acordo com os dados apresentados, o maior processo (em valores) em que Eder aparece como réu é a ação em que junto à ele está o empresário Rodolfo Aurélio Borges de Campos, cujos danos causados ao erário público seria de R$ 61.059.711,75.







O menor valor bloqueado, até o momento, é da ação que envolve Samuel Maggi Locks, (conforme noticiado há poucos dias), cujos danos seriam avaliados em “apenas” R$ 466.679,75.

Entenda o Caso:

A primeira etapa da "Operação Ararath" foi deflagrada no dia 12 de novembro de 2013, quando a Polícia Federal cumpriu 11 mandados de busca e apreensão para coletar provas materiais e dar continuidade nas investigações de um suposto esquema montado de lavagem de dinheiro e um sistema paralelo 'financeiro' com a única finalidade de 'abastecer' a determinado grupo político do Estado.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet