Olhar Direto

Domingo, 14 de agosto de 2022

Notícias | Política MT

bateu, levou

​Taques diz que Mauro Mendes “quebrou”, não pagou funcionários e continua milionário

Foto: Rogério Florentino Pereira/ OD

​Taques diz que Mauro Mendes “quebrou”, não pagou funcionários e continua milionário
O governador Pedro Taques (PSDB) criticou duramente o ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (DEM) em entrevista concedida à Rádio Vila Real, na manhã desta terça-feira (19). O tucano atacou a capacidade gerencial do ex-aliado, citando problemas empresariais, e investiu contra Mendes no campo político, questionando o nível de conivência do democrata com esquemas de corrupção. No momento mais ácido, afirmou que Mendes segue milionário após ter quebrado e citou ‘calote’ em 800 trabalhadores.
 
Leia também:
Mendes lamenta tom de ofensa adotado por Taques e diz que não entrará em baixaria

Taques foi questionado sobre comparações que vem sendo feitas entre a gestão atual e a passada, em que o governo Silval Barbosa vem sendo apontado como melhor. “Quem falou isso foi o candidato Mauro Mendes. Um cidadão comum falar isso, você até perdoa. Agora, um empresário do porte dele, um ex-prefeito da capital falar isso [é porque] comunga com a roubalheira da administração passada? Comunga, gosta, quer a roubalheira? Você pode falar o que quiser, Lucio [Sorge, entrevistador], agora se você comparar, eu não concordo com rouba e não faz; eu não concordo com rouba e faz”, rebateu Pedro Taques.
 
O tucano ainda aproveitou para lembrar que empresas de Mauro Mendes entraram em recuperação judicial e questionou o fato de o ex-prefeito de Cuiabá continuar milionário e não ter pago funcionários. “Um cidadão que está quebrado, está em recuperação judicial, uma pessoa que a pessoa jurídica está quebrada, mas a pessoa física está milionária, que deve proporcionalmente mais que o Estado de Mato Grosso, que tem mais de 800 trabalhadores esperando para receber não tem a mínima legitimidade para criticar a nossa administração”.  
 
Eleições
 
Taques garante que tem discutido com 10 partidos visando as eleições de 2018, mas que só vai assumir postura de candidato à reeleição após as convenções partidárias. Até lá, sustenta que continuará ouvindo diferentes segmentos da sociedade e viajando as regiões de Mato Grosso para dialogar com o cidadão.
 
Apesar das constantes críticas que vem recebendo, Taques garante que não lhe faltam ações de governo para apresentar ao eleitor. Ele elenca melhoria nas rodovias, avanços na saúde, construção e reformas de escolas e queda nos índices de homicídios e criminalidade de maneira geral.  “Mas óbvio, não sou idiota, muita coisa ficou para trás”.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet
x