Olhar Direto

Sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Notícias | Política MT

Luta pela saúde

Vereadora do PSDB que teve vídeo de cobrança a Taques 'viralizado' é pré-candidata

Foto: Expressão Notícias

Vereadora do PSDB que teve vídeo de cobrança a Taques 'viralizado' é pré-candidata
Cumprindo seu quinto mandato na Câmara Municipal de Cáceres, a vereadora Valdeníria Dutra Ferreia (PSDB), que conta com o apoio de nomes de peso como do ex-secretário adjunto de Turismo Luis Carlos Nigro e do deputado Nilson Leitão, colocou seu nome à disposição do partido e espera concorrer a uma das vagas da Assembleia Legislativa nas eleições de outubro.

Leia também
Pedro Taques nomeia assessor como novo presidente do Detran-MT


Em entrevista ao Olhar Direto, a vereadora que levanta bandeiras como da agricultura familiar, turismo e principalmente saúde disse que na Asembleia Legislativa poderá fazer por todo o estado o que vem fazendo para sua região, que é lutar pelos direitos do cidadão.

“Nós mulheres, na política, temos que avançar cada vez mais. Na minha região (sudoeste), eu sou a única pré-candidata a deputada estadual em 23 municípios. Federal nem tem. Acredito também que depois de cinco mandatos como vereadora, levantando a bandeira da saúde, da agricultura familiar, eu posso fazer mais como deputada estadual. Creio que eu posso fazer a diferença na Assembleia Legislativa”, disse a parlamentar.  

A vereadora também afirmou que, no caso de ser eleita, irá trabalhar políticas públicas em defesa da mulher e defende que as mulheres participem mais da política e que apareçam mais candidatas nesta eleição.

“Eu chamo a atenção das mulheres, sempre falo para irmos à luta, mas na hora de ir mesmo elas não buscam os seus direitos. Hoje temos a Janaina, mas poderia ter muito mais. A Câmara de vereadores daqui de Cuiabá não tem nenhuma mulher. Em Cáceres só tem duas. As mulheres tem que ter mais coragem, temos o direito de 30% e vejo que hoje temos bons nomes para disputar o Senado, a Câmara dos Deputados. É muito bom termos três pré-candidatas ao Senado, as mulheres começaram a acordar, ir para luta. Se Deus quiser isso vai crescer mais. Quero trabalhar e buscar políticas públicas em defesa das mulheres’, destacou.

Em janeiro deste ano, viralizou um vídeo com a vereadora cobrando incisivamente o secretário de Saúde Luís Soares e o governador Pedro Taques por melhorias no hospital regional de Cáceres.
 

 
Para vereadora, o seu desabafo na reunião com o governador não foi um confronto e sim o seu trabalho como parlamentar, de cobrar sempre o chefe do executivo municipal e estadual, independente de ambos serem do mesmo partido.

“Aquilo não foi um confronto e sim um trabalho que os parlamentares tem que fazer. O nosso representante na Assembleia Legislativa, Doutor Leonardo, é que deveria estar fazendo aquilo, mas eu como vereadora junto com os prefeitos da região conseguimos aquela reunião para acudir o povo que estava morrendo a míngua. Ali é um pólo de 23 municípios, então não falo só em nome de Cáceres. Esta é a minha atuação tanto com o prefeito, que também é do meu partido, quanto com o governo. Se vejo que não estão fazendo suas obrigações temos que ir para cima”, explicou.

Por fim, a vereadora pontuou que mesmo não tendo o apoio das lideranças do PSDB de Cáceres, conta com a ajuda de nomes como do ex-secretário Luis Carlos Nigro, quem elogiou muito, do presidente estadual do partido, Paulo Borges e do deputado federal Nilson Leitão, além de ter o apoio da população.

"Vejo um grande futuro político com o Luis Carlos Nigro e que Mato Grosso vai ganhar com sua eleição. No município de Cáceres ele tem muitos serviços prestados como subsecretário de turismo. Todo ano ele ajudou nosso festival de pesca e nossa cidade", disse a vereadora. 

“O PSDB de Cáceres não me apóia, por que lá tem o candidato do prefeito (vereador Claudio Henrique). Mas tenho apoio do povo, aqui em Cuiabá o presidente Paulo Borges, o Luis Carlos Nigro e o Nilson Leitão manifestaram apoio a minha pré-candidatura. Tem a questão de que 30% tem que ser mulher, então tenho o direito na lei. Como eu sou a única pré-candidata daquele pólo e não vão aceitar minha candidatura?, questionou.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet