Olhar Direto

Sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Notícias | Política MT

Durante campanha

Botelho diz que é melhor fechar AL se deputados não puderem fazer críticas durante período eleitoral

Foto: Rogerio Florentino/ Olhar Direto

Botelho diz que é melhor fechar AL se deputados não puderem fazer críticas durante período eleitoral
O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Eduardo Botelho (DEM), ironizou algumas restrições que devem ocorrer durtante o período eleitoral e declarou que se os parlamentares que pretendem disputar a reeleição não puderem fazer cobranças ou críticas, seria melhor fechar a Casa de Leis até que aconteçam as eleições.

Leia também
“MT não quer mais um governo de raiva, rancor e discriminação”, dispara Fagundes para contrapor Taques


Na semana passada, o Ministério Público Eleitoral, por meio da procuradora regional eleitoral Cristina Nascimento de Melo, encaminhou recomendação aos agentes públicos da Assembleia Legislativa, alertando para as proibições existentes em período de campanha e principalmente em pré-campanha eleitoral.

Questionado sobre os discursos com críticas como os feitos pela deputada Janaína Riva (MDB) ao governador Pedro Taques (PSDB) ou até de elogios ao seu governo durante o período, Botelho afirmou que o parlamentar deve ter o direito de trabalhar na oposição ou na situação, por ser o dever dele.

“O trabalho do parlamentar é isso. Se não puder criticar ou falar, então não sei o que pode. Faz parte, ela é oposição, é um direito dela. Então se não pode fazer isso tem que fechar a Assembleia no período eleitoral”, disse o deputado em entrevista à rádio Capital FM.

O deputado também afirmou ser contra a proibição de transmissão de sessões pela TV Assembleia e afirmou que a presidência já havia feito algumas recomendações aos deputados, como não usar combustível e carros durante a campanha.

“Em relação a combustível, uso de carros é coisas que nós já tínhamos passado estas recomendações para os deputados. É evidente que nenhum deputado vai na tribuna para pedir voto, agora ele ir falar do trabalho dele e o que está desenvolvendo, isso ai não tem jeito, faz parte do trabalho do parlamentar”, explicou o presidente.

“Há também o entendimento de alguns parlamentares que não fosse transmitido pela TV Assembleia as sessões. Eu realmente discordo porque as sessões são públicas e a população tem que saber do trabalho do deputado”, avaliou.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet