Olhar Direto

Sábado, 18 de setembro de 2021

Notícias | Política MT

socialismo moreno

Julier Sebastião critica aliança com DEM e afirma que Brizola está se revirando no túmulo

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Julier Sebastião critica aliança com DEM e afirma que Brizola está se revirando no túmulo
O ex-juiz federal Julier Sebastião de Almeida (PDT) criticou duramente o rumo que seu partido está tomando ao se aliar com o Democratas, que oficializou nesta semana as pré-candidaturas do ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes ao Governo do Estado e de Jayme Campos para o Senado.

Leia mais
Sachetti descarta aliança com Mendes e cogita chapa avulsa ou aliança com Wellington


De acordo com o ex-juíz, que trabalha com a hipótese de disputar o cargo de deputado federal, a aliança com o DEM é algo ‘espúrio’ e que provavelmente o ex-governador do Rio Grande do Sul e do Rio de Janeiro, Leonel Brizola, maior referência política da legenda, está se revirando em seu túmulo.

“Eu não podia deixar de manifestar. Temos que ter a responsabilidade de lidar com os quase 24 mil votos que tivemos aqui em Cuiabá. Por isso queria fazer algumas considerações. A aliança com o PFL não dá mais. Isso é espúrio para os nossos princípios, para o partido e o Brizola provavelmente está se revirando no túmulo”, disse o ex-magistrado, que disputou em 2016 a Prefeitura de Cuiabá. Julier faz questão de chamar o partido de Mendes pelo antgo nome, PFL.

Ainda conforme Julier, o PDT, ao seguir junto com o DEM, não irá conseguir eleger nenhum deputado federal e nem estadual. Por fim, o ex-magistrado afirma que irá seguir o ideal da sigla e continuará lutando para ajudar o povo mato-grossense.

“Não ganharemos nada. Não conseguiremos palanque para o Ciro, não elegeremos nenhum deputado federal e estadual. Não sei  porque o nosso presidente, o deputado Zeca Viana, a quem respeito muito, tomou a direção de uma coligação com o PFL. Mas eu particularmente sigo fiel aos nossos princípios, a nossa democracia e principalmente na defesa do povo pobre mato-grossense”.

Muitos dos filiados do PDT têm se mostrado descontente com o caminho que a aliança com o grupo de Mauro Mendes está segindo. Nesta quinta-feira (26), o deputado Adilton Sachetti (PRB), um dos nomes preferidos do PDT para uma das vagas ao Senado no grupo, anunciou que não irá seguir com o grupo por falta de espaço.
 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet