Olhar Direto

Segunda-feira, 21 de setembro de 2020

Notícias / Política MT

Fagundes diz que pode até atrasar obras por falta de recurso, mas salários serão pagos em dia

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

23 Ago 2018 - 14:23

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Fagundes diz que pode até atrasar obras por falta de recurso, mas salários serão pagos em dia
Candidato ao governo pelo PR, o senador Wellington Fagundes declarou que se eleito poderá eventualmente paralisar algumas obras por falta de recursos, mas garantiu que voltará a pagar os salários dos servidores públicos ainda no mês trabalhado e que jamais irá atrasar a folha de pagamento, como ocorreu durante a atual gestão.

Leia também
Coligação de Wellington Fagundes quer barrar candidatura de Taques por conta de fraude em ata


Para o republicano, a sua vida como empresário desde os 22 anos de idade o ensinou que o salário do trabalhador é sagrado e que deve ser tido como prioridade em qualquer tipo de gestão.

“Sou empresário há 39 anos, me formei com 22 anos, montei o meu primeiro negócio com dinheiro emprestado de minha família. Consegui crescer na vida com muito trabalho, mas para mim, salário será sempre sagrado. Se não tinha dinheiro suficiente eu ia até o banco, pegava empréstimo”, disse o senador em entrevista a rádio Vila Real nesta quinta-feira (23).

“Então o trabalhador que trabalhou o mês inteiro para sustentar sua família, chega no fim do mês e não recebe seu salário. Isso é uma tormenta, já vi muita gente suicidar por não receber salário”, afirmou.

Com esta filosofia, o candidato garantiu que caso seja eleito, haverá diálogo com os servidores e que eles não vão ter o salário atrasado, ou pagos no dia 10 do mês seguinte, fato que aconteceu no governo Taques e que vem sendo alvo de críticas desde então.

“Olha, eu como governador poderá faltar recursos para outras áreas. Se tiver que paralisar obras, iremos paralisar momentaneamente, mas no meu governo o trabalhador irá voltar a receber no mês trabalhado”, concluiu.

O governador Pedro Taques teve um enorme desgaste com os servidores públicos do estado, por conta do pagamento da Revisão Geral Anual (RGA) e escalonamentos de salários.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet