Olhar Direto

Quinta-feira, 15 de abril de 2021

Notícias / Política MT

Resposta a Mauro

Pinheiro ironiza declarações de Mendes de não querer apoio: ‘não vou dormir hoje’

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

30 Ago 2018 - 14:33

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Pinheiro ironiza declarações de Mendes de não querer apoio: ‘não vou dormir hoje’
O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) ironizou as recentes declarações do candidato ao governo Mauro Mendes (DEM), que na semana passada disse a jornalistas não precisar do apoio do emedebista, mesmo ele sendo membro de um partido coligado a sua chapa. Em resposta, o chefe do Executivo municipal afirmou sarcasticamente que não irá conseguir dormir.

Leia também
Mendes diz que MT precisará de recuperação judicial e que irá tirar estado do buraco


Em evento na semana passada, Mendes afirmou que não precisaria do apoio de Pinheiro, por ter já ter sido prefeito de Cuiabá e terminado o seu mandato com grande aprovação. “Fui prefeito da cidade. Se eu precisar do apoio dele pra ganhar um único voto é porque não fui bom prefeito”, afirmou.

No mês de julho, o Democrata também já havia minimizado o fato de Pinheiro ter declarado o desejo de estar no palanque de seu adversário, Wellington Fagundes (PR), mesmo com a decisão do MDB em apoiar a chapa de Mendes.

“Isso é uma opção dele (Emanuel Pinheiro). Para ganhar a eleição, você precisa de 50% mais um dos votos. Não precisa de 100% dos votos. Existem aí quase 2 milhões de votos a serem conquistados em Mato Grosso”, disse.

Questionado durante visita técnica ao shopping Estação, em Cuiabá, na manhã desta quinta-feira (30), o prefeito Emanuel Pinheiro ironizou as declarações de Mendes. “Ele (Mauro) disse isso? Eu não vou conseguir dormir hoje. Fiquei muito preocupado”.

O MDB, partido de Emanuel Pinheiro iniciou o ano anunciando apoio ao projeto de candidatura do senador Wellington Fagundes ao governo. O prefeito chegou inclusive a manifestar publicamente várias vezes que o seu candidato ao Paiaguas é o republicano.

A coligação, no entanto não acabou saindo do papel e o presidente do MDB no estado, deputado federal Carlos Bezerra migrou com a sigla para o grupo de Mendes.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet