Olhar Direto

Sexta-feira, 23 de julho de 2021

Notícias | Política MT

Estagnado

"Máquina é faca de dois gumes", analisa Pinheiro sobre desempenho de Taques na campanha

Foto: Rogerio Florentino/Olhar Direto

Praticamente estagnado nas pesquisas de intenção de votos, o governador Pedro Taques (PSDB), que busca a reeleição, pode se tornar um dos raros casos em que um candidato perde a eleição com a “máquina na mão”. O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), avaliou que este fator não se deve necessariamente a uma incompetência por parte do tucano, mas por ser mais cobrado que os seus adversários, ou por outro lado, porque Taques não se aproveita do Governo para fazer campanha.

Leia mais:
Wellington “encosta” em Taques e empata tecnicamente na briga pelo segundo turno

“De cara é uma demonstração ética, porque se ele quisesse usar a máquina para valer ele poderia até conquistar um resultado positivo. Mas a que custo? Eu acho que ele está correto, tem que mostrar seu Governo e suas realizações. Ele vai ser cobrado por aquilo que deixou de fazer, mas eu acho que a questão da sombra de ter ou não a máquina deixou de ter um peso de alguns anos para cá. Ter a máquina passou a ser uma faca de dois gumes”, avaliou Emanuel Pinheiro.

Conforme divulgado pelo Olhar Direto, em um dos últimos levantamentos realizados no Estado, Taques está tecnicamente empatado com Wellington Fagundes (PR). O candidato Mauro Mendes (DEM) segue na liderança.

O levantamento revela que Mauro Mendes tem 34,7% das intenções de voto. Taques soma a preferência de 21,8% do eleitorado e Fagundes totaliza 20,3%. A margem de votos do tucano é praticamente a mesma revelada em pesquisas anteriores. O republicano, por sua vez, apresentou uma crescente.

“Por enquanto tem um candidato [Mendes] que está um pouco à frente e tem dois que estão em segundo lugar com um bom índice de votos. Eu acho que a tendência vai ser os dois [Taques e Wellington] se embolarem com a campanha tomando corpo em todo o Estado, porque a campanha ainda está muito tímida”, pontuou o prefeito de Cuiabá, que apóia Fagundes nestas eleições.
 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet