Olhar Direto

Sábado, 08 de maio de 2021

Notícias | Política MT

eleições 2018

Candidato ao Senado sofre acidente automobilístico e fica de fora de debate na TV

Foto: Rogério Florentino Pereira/ OD

Candidato ao Senado sofre acidente automobilístico e fica de fora de debate na TV
O candidato ao Senado Aladir Leite (PPL) sofreu um acidente automobilístico na noite de domingo (16) e acabou ficando de fora do debate televisivo transmitido pela TV Brasil Oeste. O encontro foi realizado ao vivo na noite passada, a partir das 22h. Como neste ano 11 postulantes disputam duas vagas ao Senado, a emissora dividiu o debate em dois programas. Além de Aladir, a primeira edição convidou  Carlos Fávaro (PSD), Nilson Leitão (PSDB), Procurador Mauro (Psol), Waldir Caldas (Novo) e Maria Lúcia Neder (PCdoB). Só Aladir não compareceu.

Leia também:
Ausente, Mauro Mendes é alvo de candidatos em debate; veja principais pontos

A notícia do acidente foi dada no ar, ao vivo, pelo jornalista Onofre Júnior, o mediador do debate. De acordo com o apresentador, Aladir estava com a presença confirmada e já tinha assessores nos estúdios do programa. Apesar do acidente, o candidato não sofreu lesões graves, mas ficou psicologicamente abalado, o que o impediu de comparecer.
 
O debate da TBO foi pensado de forma a garantir espaço igualitário a todos os participantes. Cada candidato teve de fazer uma pergunta para cada adversário, com réplica, tréplica e temas definidos por sorteio. Se por um lado a estrutura engessou o encontro, por outro, garantiu uma pauta propositiva ao programa.


 
Com a divisão igualitária de tempo, o eleitor pôde conhecer melhor Waldir Caldas (Novo), advogado com pouco tempo de televisão e estreante na política. O modelo pensado pela TBO impediu que algum candidato “protagonizasse” o debate.
 
As últimas rodadas de perguntas foram as que tiveram alfinetadas entre os candidatos, ainda que tímidas. Em confronto direto entre Leitão e Fávaro, por exemplo, o ex-vice-governador disse estranhar o fato de o tucano ter proposto diminuir a máquina pública somente após dois mandatos e anunciar a ideia agora, durante a eleição.  “Estou em segundo mandato mesmo e tem gente há muito mais tempo lá [na Câmara] e não fez”, rebateu Leitão.
 
Outra alfinetada, nas rodadas finais, partiu de Waldir Caldas contra o Procurador Mauro. Questionado sobre a reforma política, o socialista reclamou do atual modelo de campanha e Waldir acusou o socialista de discursar contra o que o Psol prega nacionalmente. Na tréplica, Mauro afirmou que seu adversário tem um presidenciável milionário [João Amoedo], mas que a política não pode ser feita somente por ricos.
 
Procurador Mauro e Carlos Favaro discordaram no tema maioridade penal. Para o candidato do Psol, diminuir para 16 anos não resolve o problema e o caminho é a educação. Para Favaro, se um adolescente de 16 anos tem discernimento suficiente para votar, também deve tê-lo para ser responsabilizado por seus atos.
 
Próximo debate
 
Em 23 de setembro, os candidatos ao Senado Jayme Campos (DEM), Selma Arruda (PSL), Adilton Sachetti (PRB) e Sebastião Carlos (Rede) devem participar do segundo debate da TBO. Os programas acontecem sempre à partir das 22h, com duas horas de duração.
 
Assista abaixo a íntegra do debate:

 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet