Olhar Jurídico

Quinta-feira, 20 de junho de 2019

Notícias / Ambiental

Justiça embarga fazenda com 1.180 hectares por desmatamento em área de reserva

Da Redação - Arthur Santos da Silva

09 Abr 2015 - 13:47

Foto: Reprodução

Justiça embarga fazenda com 1.180 hectares por desmatamento em área de reserva
A Advocacia-Geral da União (AGU) comprovou, na Justiça, a validade de decisão administrativa do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) que embargou 1.180 hectares da Fazenda Sabiá, em Araguaiana (480 Km de Cuiabá), Mato Grosso. A autarquia aplicou a penalidade após constatar que houve desmatamento em área de reserva legal localizada dentro do imóvel rural.

Leia mais:
Desembargadora determina desbloqueio de salário do deputado Mauro Savi

O proprietário do imóvel rural ajuizou ação para pedir a suspensão do embargo que, no seu entendimento, deveria ter sido anulado junto com multa imposta pelo Ibama que foi considerada prescrita pela Justiça.

Contudo, a Procuradoria Federal Especializada junto ao Ibama (PFE/Ibama) argumentou que, independentemente da prescrição da multa, o embargo ao imóvel só poderia ser suspenso se o proprietário da fazenda comprovasse sua regularização ambiental, o que não foi feito. Além disso, a unidade da AGU defendeu que é dever do Ibama fiscalizar infrações ambientais e que o embargo tem como objetivo evitar mais danos à vegetação nativa.

A 15ª Vara Federal do Distrito Federal acatou os argumentos da AGU e julgou o pedido improcedente. A decisão observou que o embargo é legítimo enquanto o imóvel rural não atender as exigências da legislação ambiental.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet