Olhar Jurídico

Segunda-feira, 23 de setembro de 2019

Notícias / Financeiro

Franquia da Chilli Beans em Cuiabá entra em recuperação e diz que “obras da copa” prejudicaram vendas

Da Redação - Lázaro Thor Borges

07 Mar 2017 - 16:28

Foto: Reprodução

Franquia da Chilli Beans em Cuiabá entra em recuperação e diz que “obras da copa” prejudicaram vendas
A empresa IMS Óculos e Assessórios Ltda., franquia da marca Chilli Beans em Cuiabá, entrou com pedido de recuperação judicial na Justiça em que culpa as obras da Copa do Mundo de 2014 como principal causa do endividamento da empresa. O pedido foi deferido e publicado no Diário de Justiça nesta segunda-feira (06).

Leia mais:
Estado pagará R$ 210 mil para família de PM torturado e morto em treinamento


Além da IMS, as empresas EJS Comércio de Veículos Ltda., Radar Soluções Empresariais Ltda. e Ivete Mandacari Silva & CIA Ltda. também tiveram o pedido acatado. Todas pertencentes ao mesmo grupo econômico. As empresas devem um total de R$9.086.439,19 a diversos credores.

A principal causa da dívida, segundo o pedido, seria por conta dos transtornos provocados pelas obras da Copa do Mundo realizada em 2014 em Cuiabá. “Devido a problemas com a infraestrutura referentes às reformas para Copa do Mundo ficou prejudicado o acesso às empresas pelos consumidores”, diz trecho da decisão.

Com a dificuldade de acesso, as empresas se viram obrigadas a procurar socorro em empréstimos financeiros, o que acabou resultando em dívidas com bancos, principais credores da franquia. Ao deferir o pedido de recuperação a juíza da Quarta Vara Cível de Cuiabá também determinou que a empresa apresente um plano de recuperação no prazo máximo de dois meses.

“Determino que a empresa devedora apresente ao Administrador Judicial as contas demonstrativas mensais (balancetes) enquanto perdurar a recuperação judicial, bem como permita o amplo e irrestrito acesso do administrador às instalações da empresa e a toda e qualquer documentação”, explicou a magistrada. 

10 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Pagadora de Impostos
    13 Jun 2017 às 17:27

    Realmente quando se abre uma empresa já se deve saber que vai ter um penoso caminho, surpresas nas cobranças de impostos, a única coisa que ninguém esperada é esse buraco imenso que os desgovernos deixaram na conta do povo, esses estádios imensos que custaram o preço de 5 cada um, e sem gerar receitas somente geram custos, a conta chegou para os trabalhadores.

  • Rodrigo
    09 Mar 2017 às 13:13

    Ricardo, seu comentário foi na veia! Irretocável

  • JUCABALA
    08 Mar 2017 às 16:23

    Conta outra, porque essa não colou!

  • Ricardo
    08 Mar 2017 às 14:06

    Infelizmente alguns advogados e empresarios estão desviando o objetivo da lei para enriquecer, primeiro capta recursos dos bancos e depois esconde o patrimonio em nome de terceiros e abre a Recuperação Judicial. Depois reclamam dos políticos.

  • Renan
    08 Mar 2017 às 10:39

    Nossa, vamos culpar a Dilma também?!

  • observo
    08 Mar 2017 às 07:10

    Cobrar um valor alto apra produtos que nao sao de otima qualidade tambem.....a empresa funciona com quiosques....n entendo esse endividamento....e outra vc entrar para ver e mal atendido isso quando os funcionarios estão num canto cochichando vc se sente ate mal....o atendimento e pessimo

  • Gustavo
    08 Mar 2017 às 06:17

    Ma administração e fala que a culpa é das obras ??? Só faltou falar que a culpa era do Silval

  • diogo
    07 Mar 2017 às 21:40

    E funcionários público reclamando.

  • PAULO MOSER
    07 Mar 2017 às 19:48

    Assessórios?

  • Inocente
    07 Mar 2017 às 18:11

    Acho que foi pelo VLT , que não ficou pronto para todos irem comprar seus óculos ! Vamos arrumar outra desculpa ...

Sitevip Internet