Olhar Jurídico

Terça-feira, 17 de setembro de 2019

Notícias / Eleitoral

TRE antecipa oitiva de ex-superintendente do Incra em ação que pode cassar Bezerra

Da Redação - Arthur Santos da Silva

15 Ago 2019 - 17:55

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

TRE antecipa oitiva de ex-superintendente do Incra em ação que pode cassar Bezerra
O juiz Antonio Veloso Peleja, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), remarcou do dia 28 para o dia 26 de agosto a oitiva, na qualidade de testemunha, do ex-superintendente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), João Bosco de Moraes, em representação eleitoral movida pelo Ministério Público contra o deputado federal Calos Bezerra (MDB). O procedimento pode cassar o parlamentar.

Leia também 
TJ declara inconstitucionalidade de lei que perdoou dívida de R$ 17,2 milhões da Energisa


“Ante a impossibilidade de realização da audiência designada para 28/08/2019, redesigno a inquirição da testemunha  João Bosco de Moraes, ex-superintendente do Incra, para o dia 26 de agosto do corrente ano, às 8 h, no Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso, a qual deverá ser intimada pessoalmente”, esclarece despacho proferido nesta quinta-feira (15).

O Ministério Público alega que, no dia 2 de setembro de 2018, o prefeito de Nova Xavantina, em solenidade de entrega de títulos definitivos de propriedade junto do Incra, utilizou-se do fato para promover a então candidatura de Bezerra. Vídeos da ocasião fazem parte do processo.

Segundo o órgão ministerial, o  prefeito fez uso da palavra e salientou a gratuidade do registro das matrículas dos novos imóveis rurais, rendendo homenagens a Bezera, vinculando o seu mandato parlamentar à obtenção daqueles títulos por aquelas pessoas e pedindo expressamente voto.

Na decisão que determinou a oitiva, Antonio Peleja também expediu ofício ao Incra para requisitar a relação de nomes e respectivas qualificações das pessoas que foram beneficiadas com o título de domínio concedido na solenidade.

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • ZE NINGUEM
    16 Ago 2019 às 11:48

    SABEM QUANDO VAO CONDENAR ESSE SUJEITO CHAMADO BEZERRA? QUANDO ELE TIVER 200 ANOS (FALTA POUCO, SOMENTE 10 ANOS). KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK................. MUMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMRAAAAAAAAAAAAAAAAA

  • CLAUDIO JOSE SONEGO
    15 Ago 2019 às 21:53

    Está na hora desse RAPOSÃO ser enjaulado. Passou a vida inteira fazendo politicagem e falcatruas.

  • Crítico
    15 Ago 2019 às 19:50

    Passou da hr de aposentar compulsoriamente esse museu.

  • Carlos Magno Villarindo
    15 Ago 2019 às 18:45

    Gloooooria a Deuxxxxxx!!!!!

Sitevip Internet