Olhar Jurídico

Quinta-feira, 13 de agosto de 2020

Notícias / Civil

Juiz marca audiência de conciliação para decidir se mantém quarentena em Cuiabá e Várzea Grande

Da Redação - Arthur Santos da Silva

08 Jul 2020 - 16:47

Foto: Rogério Florentino/ Olhar Direto

Juiz marca audiência de conciliação para decidir se mantém quarentena em Cuiabá e Várzea Grande
O juiz  Jose Lindote, da Vara Especializada da Saúde Pública de Mato Grosso, designou audiência de conciliação que deve ocorrer às 15 horas de quinta-feira (9) para tratar sobre a possibilidade de manutenção da quarentena obrigatória em Cuiabá e Várzea Grande. Decisão é desta quarta-feira.

Leia também 
Cuiabá e VG: promotor vai pedir prorrogação da quarentena prevista para encerrar no dia 9

 
Audiência foi marcada após o Ministério Público de Mato Grosso (MPE) requerer ao Poder Judiciário que mantenha os efeitos da decisão que garante o funcionamento apenas dos serviços essenciais. Segundo o órgão, a quarentena deve ser estendida por ao menos mais 14 dias.
 
Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES), Cuiabá, Várzea Grande e outros 27 municípios estão classificados com risco “muito alto” no panorama da situação epidemiológica da Covid-19. A Secretaria de Estado de Saúde (SES) notificou, até a tarde de terça, 23.506 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 896 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. 
 
A Prefeitura de Cuiabá ainda aguarda o julgamento de um recurso no Supremo Tribunal Federal (STF) que pede a suspensão da quarente. O município argumenta que a Suprema Corte definiu que compete tão somente aos Poderes Executivos em suas três esferas (Federal, Estadual e Municipal) dispor sobre medidas de contenção do novo coronavírus.

9 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • PAGADOR DE IMPOSTOS
    09 Jul 2020 às 12:00

    OS POLÍTICOS ESTÃO DESVIANDO OS RECURSOS DA SAÚDE E COMO SEMPRE QUE PAGA É QUE TRABALHA E PRODUZ E AGORA TEM QUE PAGAR ALTOS IMPOSTOS COM SEUS COMERCIOS FECHADOS E OS DESEMPREGADOS TAMBÉM PARA SUSTENTAR ESSE SISTEMA DE SANGUESSUGAS , A PREOCUPAÇÃO É PAGAR COMO ?? COMO PAGAR IPTU, ICMS, ALVARÁ, TACIN. ICMS , IPVA, COMO SEM RENDA?? ESSES POLÍTICOS SÃO CRIMINOSOS VÃO TER QUE PAGAR POR TANTOS DESMANDOS

  • geovane
    09 Jul 2020 às 09:45

    o juiz tem pessoas passando fome .faz um decreto para poder alimentadas .

  • Jéssica
    09 Jul 2020 às 08:26

    Manter ou não a quarentena obrigatória para o sr. Juiz não tem diferença alguma, uma vez que independente se ele trabalhou ou não, o salario estará na conta dele sem descontos .

  • Alysson Marques dos Reis
    08 Jul 2020 às 20:09

    Enquanto isso o efeito cascata continua: comércio fechado, pessoas sendo demitidas, economia dos municípios com índices muito baixos, mas o bolso dos funcionários do MPE tudo bem, pois lá não houve demissões e a crise não chegará lá.

  • Mariana
    08 Jul 2020 às 18:55

    Gostaria de saber se aquela clube lá em VG que foi flagrado com funcionários da prefeitura também foi multado assim como muitos comércios?

  • Antonio
    08 Jul 2020 às 18:41

    Desrespeito total aos empresários, deixaram para última hora para definir se o comércio abre no dia seguinte, bando de miseráveis!

  • Cuiabano
    08 Jul 2020 às 17:51

    Prefeito vc é uma vergonha

  • Magno Aurélio De Oliveira
    08 Jul 2020 às 17:34

    Os prefeitos não fizeram o dever de casa pra conter a disseminação do corona víru, dinheiro veio agora teve que ter intervenção do juiz que nesse momento fez o correto.

  • Rogério
    08 Jul 2020 às 17:23

    Não dá para entender mesmo a gente elege os representantes e na hora de decidir o que é melhor para o povo vem um juiz e mete o bedelho

Sitevip Internet