Olhar Jurídico

Segunda-feira, 02 de agosto de 2021

Notícias / Civil

Edna Sampaio

Vereadora pede retomada de ação para anular moções de aplauso a envolvidos em operação que matou 29

Da Redação - Arthur Santos da Silva

18 Jun 2021 - 10:03

Foto: Reprodução

Vereadora pede retomada de ação para anular moções de aplauso a envolvidos em operação que matou 29
A vereadora Edna Sampaio, do Partido dos Trabalhadores (PT), recorreu contra decisão do juiz Bruno D’Oliveira, da Vara Especializada em Ação Cível Pública de Cuiabá, que indeferiu e julgou extinta ação que questionava moções de aplausos da Assembleia Legislativa (ALMT) e da Câmara de Vereadores da Capital favoráveis à operação policial que matou 29 pessoas na Favela do Jacarezinho, Rio de Janeiro. Edna pede a reforma da decisão.

Leia também 
Morre advogado Waldir Caldas em consequência da covid-19

 
Segundo a vereadora, a referida ação policial é a mais letal da história do estado de Rio de Janeiro, sendo noticiado pela imprensa internacional como um verdadeiro “massacre”, destacando, inclusive, que “mesmo em uma cidade acostumada com a violência, a contagem de mortes foi chocante”.
 
Ainda conforme Edna, a aprovação de moção de aplauso aos policiais envolvidos na operação policial mostra-se um completo absurdo. “Aplaudir operações policiais como a presente, se está a realizar verdadeira apologia ao crime”.
 
No pedido de reconsideração, Edna pede que seja reformada a decisão a quo para declarar nulas as moções de aplauso nº 673/2021 e 074/2021, aprovadas, respectivamente pela Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso e pela Câmara Municipal de Cuiabá, diante da evidente ilegalidade.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet