Olhar Direto

Sábado, 18 de setembro de 2021

Notícias | Política MT

Ex-governador

Silval diz que Taques só "pregou placas" e gastou dinheiro deixado pela gestão passada

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Silval diz que Taques só
O ex-governador Silval Barbosa, que esteve na sede da Controladoria Geral do Estado (CGE) para prestar depoimento nesta terça-feira (3), comentou a declaração feita pelo ex-prefeito Mauro Mendes (DEM) de que o atual governador Pedro Taques (PSDB) vai terminar o atual mandato com as contas do governo pior do que quando tomou posse. Para Barbosa, Mendes tem razão e propriedade para falar do assunto.

Leia mais
Silval diz que Selma ganhou visibilidade em seu julgamento e usou carreira para se projetar politicamente


“Com certeza, o Mauro conhece de administração, ele é um empresário, era aliado dele [Taques], então pode falar com propriedade. Ele acompanhava bem o governo até por ser aliado. O Pivetta é um empresário, conhece bem o que é gestão. Também era aliado, coordenador de campanha. Eles falam com propriedade e se ficou isso, é por que eles tem os números”, disse Barbosa ao sair de seu depoimento.

Aos jornalistas, o ex-governador usou como exemplo a questão dos incentivos fiscais e disse ter ficado muito feliz com as várias inaugurações que o governador Pedro Taques tem feito com recursos capitados em sua gestão.

“Dizem que eu abri a mão de R$ 1,2 bilhão de incentivos, de concessão de benefícios de incentivos para as empresas. Agora eles falam que conhecem de números que a própria Fazenda já divulgou que é R$ 3,5 bilhões de incentivos. Então qual é a diferença? Por que eu sou o responsável de tudo? Hoje qualquer coisa eu sou o responsável”, desabafou o ex-governador.

“Fico muito feliz de ter inaugurado a Salgadeira. Nós arrumamos o dinheiro para a Salgadeira. Fico feliz de ver as pontes de todo o Pantanal sendo feita. Qual o dinheiro que ficou para executar? Todas as obras que estão sendo inauguradas no interior, qual o dinheiro que foi investido a não ser a contrapartida do Fethab? É tudo convenio que nós deixamos do Mato Grosso Integrado. Então tem que ver qual a obra importante dentro de Cuiabá que é muito importante, além do novo pronto-socorro? Nada”, disse.

Por fim, Barbosa garantiu ter deixado  cerca de R$ 4 bilhões de convênios assinados e que Taques, nos seus três anos e meio de gestão apenas gastou o recurso e pregou placas.

“É isso que fizemos, executamos tudo e deixamos R$ 4 bilhões de convênio assinado para o governo executar. Assim que foi, o governo que teve a oportunidade de suceder com o caixa cheio. Além de ter recurso em conta, teve vários convênios para serem executados e para pregar placa. O que ele faz é gastar o dinheiro que nós deixamos e pregar a placa dele. Esta é a verdade”, finalizou.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet