Olhar Direto

Quarta-feira, 02 de dezembro de 2020

Notícias / Política MT

Wellington diz que equipe de campanha de Mendes tentou barrar recursos do novo PS

Da Redação - Érika Oliveira

02 Out 2018 - 12:06

Foto: Rogerio Florentino/Olhar Direto

Wellington diz que equipe de campanha de Mendes tentou barrar recursos do novo PS
Logo após o debate entre os candidatos ao Governo, promovido pela TV Vila Real na última sexta-feira (28), o deputado federal Fábio Garcia (DEM), que coordena a campanha de Mauro Mendes (DEM), foi acusado pelo senador Wellington Fagundes (PR) de ter “armado” para que a visita do ministro-chefe da Secretaria de Governo, Carlos Marun (MDB) às obras do novo Pronto-Socorro de Cuiabá fosse cancelada. A vinda de Marun a Mato Grosso tinha como finalidade a liberação de R$ 100 milhões para a conclusão da unidade hospitalar. “Cuiabá não pode ser prejudicada por causa de uma campanha eleitoral”, condenou o republicano.

Leia mais:
70% de verba articulada por Maggi, WF e prefeito será usada para equipar PS; R$ 30 milhões para obra

“Tem coisas que a gente não pode expor, porque acaba prejudicando inclusive a própria população. Mas vocês sabem que o Marun veio aqui para fazer a vistoria no Pronto Socorro e foi impedido de ir lá. Qual o prejuízo que a população pode ter? O recurso, R$ 100 milhões que foi uma ação minha e do Blairo, já era pra ter sido liberado. Mas vamos continuar trabalhando, lutando”, disse Wellington Fagundes.

A “saia justa” entre os dois ocorreu na saída do debate, quando Fábio e Wellington se encontraram em uma ante-sala do estúdio da TV Vila Real. Os dois se cumprimentaram e, em meio a um sorriso amarelado, o republicando disse a Fábio que sabia do que ele andava "armando".

O democrata ignorou a fala do candidato, que não escapou do questionamento de jornalistas sobre o assunto. Perguntado sobre quais “armações” se referiu ao direcionar tal comentário a Fábio Garcia, Fagundes disse que não iria nominar ninguém, mas relembrou o episódio da vinda de Marun a Cuiabá e criticou quem “se preocupa apenas com eleição”.

“Quem se preocupa apenas com eleição, não se preocupa com a população que está lá na ponta, com as pessoas na maca, sofrendo, é quem vai ter que dar explicação no futuro”, pontuou.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet