Olhar Jurídico

Sexta-feira, 20 de setembro de 2019

Notícias / Criminal

PJC ouve coronel dos grampos e aguarda perícia em novos equipamentos eletrônicos

Da Redação - Arthur Santos da Silva

05 Set 2019 - 16:25

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

PJC ouve coronel dos grampos e aguarda perícia em novos equipamentos eletrônicos
A Polícia Civil de Mato Grosso (PJC-MT), em trabalhos da Equipe Especial designada exclusivamente para conclusão dos inquéritos sobre as interceptações ilegais, caso conhecido como Grampolândia Pantaneira, realizou na tarde desta quinta-feira (5) o interrogatório do coronel da Polícia Militar, Zaquel Barbosa, com a finalidade de esclarecer e individualizar a atuação de cada um dos envolvidos.

Leia também 
Juiz declara prescrito processo contra Arcanjo por peculato e lavagem de dinheiro


A Polícia Civil (PJC-MT) aguarda laudos periciais de vários equipamentos eletrônicos obtidos durante esta nova fase da investigação. As investigações prosseguem sob a gestão das delegadas Luciana Canaverde e Jannira Laranjeira.
 
Em processo corrente na Décima Primeira Vara Criminal de Cuiabá, Especializada em Justiça Militar, Zaquel Barbosa confessou participação no esquema de interceptações. Ele indicou ainda a participação de políticos, colegas militares e membros do Ministério Público.
 
Em contrapartida, o Ministério Público, por meio da 13ª Promotoria de Justiça Criminal, que atua no âmbito da Justiça Militar, manifestou-se contrário ao pedido de colaboração premiada efetuado pela defesa do coronel.
 
Na manifestação, o promotor de Justiça Allan Sidney do Ó Souza ratificou as alegações finais que haviam sido apresentadas antes do novo interrogatório do denunciado e defendeu o reconhecimento de atenuante genérica do Código Penal Militar, relativa à confissão espontânea.
 
O também coronel Alexandre Ferraz Lesco e o cabo Gerson Ferreira Correa Junior, igualmente réus na Justiça Militar, também confessaram os crimes. Ato idêntico, benefícios de colaboração premiada foram negados em manifestação do MPE.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Recruta 2016
    06 Set 2019 às 07:31

    Melhor comandante que a polícia militar já teve, sempre tratou PRACAS com maior dignidade, respeito, sempre fez.de tudo para ajudar as PRACAS.

Sitevip Internet