Olhar Jurídico

Sábado, 19 de setembro de 2020

Notícias / Criminal

Julgamento sobre retorno de conselheiros do TCE é adiado para fevereiro de 2020

Da Redação - Arthur Santos da Silva

13 Dez 2019 - 10:57

Foto: Reprodução

Julgamento sobre retorno de conselheiros do TCE é adiado para fevereiro de 2020
O ministro Raul Araujo, membro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), recolocou em pauta somente para o dia cinco de fevereiro de 2020 o julgamento sobre possível retorno dos conselheiros do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT).

Leia também 
Justiça deve reanalisar prescrição de homicídio envolvendo Júlio Campos


O caso inicialmente estava previsto para ser examinado do dia 4 de dezembro, porém, foi adiado para julgamento de possível suspeição do relator. A nova data respeita recesso de fim de ano dos Tribunais Superiores.
 
José Carlos Novelli, Antônio Joaquim Moraes, Waldir Júlio Teis, Walter Albano da Silva e Sérgio Ricardo de Almeida, nomes envolvidos na Operação Malebolge, fase da Operação Ararath, seguem tentando restabelecer suas rotinas de trabalho.
 
O dia 14 de setembro de 2017 trouxe a surpresa dos afastamentos e de diversas buscas e apreensões. A operação cumpriu ordem assinada pelo ministro Luiz Fux no dia 31 de agosto de 2017.

Os conselheiros são acusados pela prática dos delitos de corrupção passiva, sonegação de renda, lavagem de dinheiro e organização criminosa. 
 
Informações são oriundas do acordo de colaboração premiada do ex-secretário de Casa Civil, Pedro Nadaf, e do ex-governador de Mato Grosso, Silval Barbosa.

10 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Henrique
    13 Dez 2019 às 17:36

    Acho que não estão fazendo falta. Que continuem os Conselheiros Substitutos CONCURSADOS, que ingressaram no TCE por méritos próprios e não por indicação política.

  • Jose
    13 Dez 2019 às 15:33

    Você compraria um carro usado de qualquer um desses caras?

  • jose ricardo
    13 Dez 2019 às 15:02

    Como é difícil largar o osso. A justiça do Brasil é uma piada de mau gosto. Uma hora o povo tem que se rebelar contra a leniência e a corrupção que assola nossos tribunais do país.

  • nelson
    13 Dez 2019 às 14:42

    coitados, estão cansados de estar na boa, querem trabalhar em benefício do povo, vou passar um zap agora pro Papai Noel

  • Gladston
    13 Dez 2019 às 14:32

    Fátima, aprendi assim também. Mas hoje, lugar de corrupto é na política, na justiça, no tce... Papai estava certo, mas o mundo mudou, se corrompeu quase que totalmente. Assim sendo, azar o nosso!!!!

  • Fatima
    13 Dez 2019 às 13:51

    MEU PAI SEMPRE FALAVA QUE O ÚNICO LUGAR PARA OS CORRUPTOS É NA CADEIA.

  • Curioso
    13 Dez 2019 às 13:39

    ESTÃO ATÉ DOIDO PARA VOLTAR MAMÁ DE NOVO

  • julio
    13 Dez 2019 às 12:38

    prorrogando e assim tempo passa...

  • adrian@terra.com.br
    13 Dez 2019 às 11:25

    ainda ja era para perderem o mandato

  • clara
    13 Dez 2019 às 11:16

    Esse povo não volta mais, ainda mais com essa decisão de voto em separado , o máximo que pode acontecer ainda com esse povo será a aposentadoria, alias ainda tem que saber se podem se aposentar .

Sitevip Internet