Olhar Jurídico

Domingo, 26 de junho de 2022

Notícias | Política de Classe

impugnações

Moreno afirma que Comissão Eleitoral da OABMT é parcial

Foto: Assessoria

Moreno afirma que Comissão Eleitoral da OABMT é parcial
O candidato à Presidência da Ordem dos Advogados do Brasil – seccional Mato Grosso (OAB-MT), José Moreno, afirmou que a Comissão Eleitoral da instituição tem agido de forma parcial com objetivo de beneficial a candidatura da situação de Maurício Aude.

De acordo com Moreno, a comissão demorou muito tempo para julgar os pedidos de impugnação. “A Comissão Eleitoral demorou muito para analisar as impugnações. Deveria ter feito 15 dias antes”.

No ponto de vista do candidato isso demonstra claramente uma forma de beneficiar Maurício Aude, já que com a impugnação da chapa 03 – de Pio da Silva – às vésperas do pleito as cédulas de votação não serão alteradas.

“A comissão está favorecendo a situação, pois a cédula será mantida com as três chapas”, asseverou o advogado.

Impugnações

A Comissão Eleitoral julgou procedentes algumas impugnações chapa 03 “OAB 100% Você”. Segundo a OAB-MT, não regularizou a documentação de alguns componentes; assim como deixou de sanadas irregularidades como peças sem assinatura, sem protocolo, andamento de processos extraído do Projudi e Tribunal de Justiça sem comprovação de que tenha o candidato militado no processo, além de extratos retirados do site da Justiça Federal que não comprovaram a militância do candidato no processo.

Votos

O presidente da Comissão Eleitoral da OAB/MT, Agnaldo Kawasaki, esclareceu ao final da votação aos representantes legais das Chapas ali presentes que os votos que porventura fossem direcionados à “Chapa OAB 100% Você” serão considerados nulos. A Presidência emitirá ainda uma resolução para esclarecer como será procedida a votação entre outras orientações.

Comissão Eleitoral

Na reta final da disputa eleitoral a Ordem acabou substituindo os membros da Comissão Eleitoral após pedido de impugnação do próprio José Moreno. Ele alegou que os responsáveis pela condução do processo teriam vínculo com a chapa de Maurício Aude.

Os advogados Jackson Mario de Souza, Luiz Eduardo de Castro Nassif e Jean Wahlbrink foram substituídos pelos colegas Agnaldo Kawasaki, Ildo de Assis Macedo e Alexandre do Couto Souza, sendo presidente, membro titular e suplente, respectivamente.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet