Olhar Jurídico

Sábado, 21 de maio de 2022

Notícias | Política de Classe

eleições na oab

Advogados não podem mais ficar órfãos da OAB, diz Luciana

Foto: Olhar Jurídico

Advogada Luciana Serafim - candidata a presidência da OAB/MT

Advogada Luciana Serafim - candidata a presidência da OAB/MT

A candidata da oposição à presidência da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT), Luciana Serafim, em entrevista exclusiva ao Olhar Jurídico, afirmou que os profissionais "não podem mais ficar órfãos da instituição".

"Sobretudo os jovens advogados, que hoje não encontram respaldo na Ordem, como deveria ocorrer", emenda a líder oposicionista ao grupo comandado hoje por Cláudio Stábile.

"Por isso, nossas propostas sempre terão como objetivo principal a defesa das prerrogativas dos advogados. Temos obtido apoio com essa bandeira porque, infelizmente, os advogados não podem ficar órfãos da instituição, como está ocorrendo na atual conjuntura", pondera Serafim.

Na avaliação de Luciana Serafim, hoje os recém-formados, por exemplo, não têm quem lute por eles e para que o exercício da profissão seja realizado com dignidade.

"Não há perspectiva para o jovem advogado, e eles passam por momentos de indecisões sobre qual o melhor caminho a seguir. A insegurança é grande e não há nenhuma orientação da Ordem, nenhum apoio", acrescenta.

"A única coisa que os advogados recebem hoje da Ordem é o carnê [da anuidade], sendo que a OAB tem que estar ao lado do advogado sempre, e em período integral, sem feriado, sem nada. A OAB é o advogado", emenda.


Atualizada
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet