Olhar Jurídico

Segunda-feira, 21 de outubro de 2019

Notícias / Geral

Juiz quer explicações sobre motivos de Pedro Henry estar "desfilando" na avenida do CPA

Da Redação - Katiana Pereira

28 Mar 2014 - 14:20

Foto: Pablo Rodrigo/HiperNotícias

Mensalei, Henry foi flagrado na avenida do CPA em horário de trabalho

Mensalei, Henry foi flagrado na avenida do CPA em horário de trabalho

O juiz Geraldo Fidélis Neto, titular da 2ª Vara Criminal de Cuiabá, vai agendar uma audiência na próxima semana para cobrar explicações ao ex-deputado federal, Pedro Henry, sobre os motivos que o levou até a avenida Historiador Rubens de Mendonça (a do CPA). Conforme o site HiperNotícias, na manhã de quinta-feira (27), Henry foi flagrado na avenida do CPA, no horário em que deveria estar trabalhando no Hospital Santa Rosa.

o ex-deputado foi preso no dia 13 de dezembro de 2013, após se apresentar espontaneamente à Polícia Federal em Brasília (DF). No mesmo dia, ele teve a prisão decretada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Antes, entregou sua carta de renúncia ao mandato de deputado para a Mesa Diretora da Câmara Federal.

Juiz nega parcelamento de multa milionária e determina exoneração de Pedro Henry do IML

A reportagem apurou com a Vara de Execuções Penais que Henry não tem permissão para se ausentar do trabalho. O magistrado Geraldo Fidelis já recebeu a foto-flagrante que mostra o ex-deputado fora de seu local de trabalho. Caso seja comprovado que ele tenha agido com desídia e burlado o regime semi-aberto para fazer outras atividades no horário de expediente, Henry poderá perder o benefício. No entanto, o magistrado necessita interrogar o reeducando antes de tomar qualquer providência.

Henry está recolhido no Anexo I da Penitenciária Estadual do Pascoal Ramos, que funciona anexo à Delegacia Especializada de Vigilância e Capturas (Polinter), no bairro Centro América. Desde a quarta-feira (26), o ex-deputado tem dividido a cela com o vereador de Cuiabá, João Emanuel (PSD), preso sob a acusação de liderar um esquema que envolve grilagem de terras, lavagem de dinheiro, falsicação de documentos públicos e fraude em licitações.

Leia outras notícias do Olhar Jurídico

17 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Mané Oje
    31 Mar 2014 às 09:03

    Ele não deveria estar com o uniforme de presidiário e com correntes nas canelas? É isso que que é utilizado em prisioneiros perigosos.

  • SALGADO
    29 Mar 2014 às 14:53

    CONCORDO PLENAMENTE. GOSTARIA DE SABER QUEM É O JUIZ COM O "CULHÃO" GRANDE E COM PODER FIRME DE DECISÃO, SEM MEDO DESSES MARGINAIS QUE ROUBAM SEM PRECISAR.

  • curimba
    29 Mar 2014 às 11:30

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • silvio lopes de moraes
    29 Mar 2014 às 11:00

    Como assim deveria estar trabalhando no hospital santa rosa? ele já deveria ter sido exonerado da função pública conforme determinação do STF.Isso só pode ser Piada.

  • chico bento
    29 Mar 2014 às 09:44

    cumpade pedo do jeito que a coisa ta indo sinhô vai ter dificuldades até pra dar uma tacadinha, a turma ta querendo inté sua alma...toma cuidado cumpadesenão até pra sortar um barrinho vai ter de pedir licensa

  • Laerte Nogueira
    29 Mar 2014 às 09:20

    A defesa dele vai alegar que a foto é antiga. Alguém duvida disto?

  • marcos gonçalves
    28 Mar 2014 às 20:29

    se fosse um ladrão de galinha enclausurado diretão.

  • bentevi
    28 Mar 2014 às 19:17

    Humm!kkkkk a coisa é séria mesmo!kkkkkkkkkkkkkk

  • capiau
    28 Mar 2014 às 18:51

    kkkkkkkkkkkkkk Nessas últimas horas observamos várias situações, que chego a conclusão que besta é o povo que fica querendo justiça, blá blá, este país nunca vai mudar, as esperanças estão perdidas!

  • jose carlos
    28 Mar 2014 às 18:29

    Esse juiz esta exagerando, porque ele não pede explicação para os outros 300 albergados de Cuiabá, e gosta é de aparecer. Credibilidade ZERO!!!

Sitevip Internet